Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

13 de Junho de 2012

Alerta Geada do Iapar será emitido por meio de torpedo no celular

O serviço Alerta Geada do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), realizado em parceria com o Instituto Simepar, passará a ser enviado aos usuários também por meio de torpedo (SMS – Short Message Service) no celular. Atualmente, cafeicultores, técnicos, viveiristas e comerciantes de café são comunicados por meio de notícias veiculadas na imprensa, site, e-mail, redes sociais e mensagem de telefone (43 3391-4500).
Para receber o Alerta, que será enviado sem custo para o usuário, o interessado precisará se cadastrar novamente no site do Iapar, no endereço 
Receba o Alerta por e-mail ou torpedo .O Alerta Geada é emitido pelo instituto apenas em caso de risco de ocorrência do fenômeno capaz de provocar danos severos nas lavouras de café, sobretudo aquelas em que há necessidade do enterrio de mudas e cobertura de viveiros.
Conforme o coordenador da área de Agrometeorologia, Paulo Henrique Caramori, “o serviço de mensagem via torpedo no celular é direto, muito rápido e agiliza uma tomada de decisão por parte do cafeicultor em relação às medidas de proteção do cafeeiro”, explica.
MODERNIZAÇÃO - Para o presidente do Iapar, Florindo Dalberto, a implantação do Alerta Geada por torpedo “é parte do esforço do instituto em melhorar e modernizar a comunicação e as soluções de tecnologia de informação nos serviços prestados aos usuários. Dalberto lembra que o instituto já prestou este serviço quando existiam apenas duas operadoras de telefonia celular no Paraná, há mais de 10 anos. “Com a entrada no mercado de inúmeras operadoras houve dificuldade em continuar prestando esses serviços, o que hoje é realizado por “brokers” (empresas integradoras de soluções em tecnologia da informação).
O coordenador de Difusão de Tecnologia do Iapar, Celso Helbel Jr. destaca o esforço da equipe do instituto em colocar todo o arsenal de ferramentas de comunicação à disposição dos agricultores para que o Alerta Geada chegue a todos aqueles que precisam tomar providências para proteger suas lavouras e em tempo hábil.
Ele ressalta, porém, que é preciso que o recadastramento dos usuários seja feito com atenção para que não ocorram erros de digitação na inscrição de endereços, e-mail, código de área e dos números dos telefones celulares. “E-mails incorretos ou telefones celulares incompletos não poderão receber os alertas”, explica, uma vez que o sistema não faz as correções automaticamente.


IAPAR - Instituto Agronômico do Paraná


Autor: Regina Toledo


 



Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site