Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

15 de Outubro de 2013

Chuva forte atinge as regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste nos próximos dias

CONFIRA A PREVISÃO PARA OS PRÓXIMOS DIAS

SUDESTE

A terça, dia 15, começa com chuvas mal distribuídas sobre todo o Estado de São Paulo e no Sul de Minas Gerais. Durante a tarde, as instabilidades voltam a ganhar força provocando chuvas em boa parte de São Paulo, Rio de Janeiro e Sul de Minas Gerais. No decorrer da noite, as chuvas avançam também para o centro-oeste mineiro e, além disso, aumenta o risco para temporais isolados, acompanhados de ventos mais fortes e trovoados. 

A quarta, dia 16, começa com o aumento da condição para temporais entre o oeste e sul de São Paulo, além da região de divisa entre o sul de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, coma acumulados de chuva podendo passar dos 20mm. Apesar de o dia começar com temperaturas amenas, há um redução da amplitude térmica sobre a metade leste de São Paulo, sul de Minas e o Rio de Janeiro, devido ao tempo mais fechado e com chuvas ao longo do dia. No noroeste de Minas Gerais as temperaturas seguem bastante elevadas. A partir da quarta da próxima semana, dia 23, as madrugadas voltarão a ficar abafadas, mas a temperatura máxima ficará mais baixa nas áreas mais próximas da costa pela passagem de uma nova frente fria.

SUL

A terça será mais um dia de tempo instável entre os Estados paranaense e o norte e leste catarinense. Ao longo do dia, além da condição de tempo fechado alterado com períodos de melhoria, o que persiste é uma condição de chuvas, que ocorre de forma mais intensa no norte do Paraná com acumulados variando entre 20 e 30mm. No oeste de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, teremos mais um dia de sol entre muitas nuvens. Volta a fazer frio no período da manhã sobre o Sul e região da Campanha gaúcha, no restante da região Sul temperaturas mais amenas ao amanhecer. 

A quarta começa com condição para chuvas fortes com previsão de até 30mm, acompanhadas de ventos intensos e muitas trovoadas sobre o oeste e norte do Paraná. Já no restante do Estado paranaense, além de Santa Catarina, apesar do dia também começar com chuvas, elas ocorrem de forma mais fraca e variam de 10 a 15mm. No próximo fim de semana, a temperatura máxima volta a subir, mas as madrugadas serão mais frias. A partir do dia 22 de outubro, apesar da elevação da temperatura mínima, a máxima volta a cair.

CENTRO-OESTE

A terça começa com condição para chuvas fortes na região de divisa entre a Fronteira do Paraguai e o Mato Grosso do Sul, onde além de ocorrer muitas trovoadas os acumulados de chuva podem chegar a 30mm. No decorrer da tarde segue o potencial para chuvas fortes no oeste do Mato Grosso do Sul. O dia começa com temperaturas amenas, e ao longo da tarde entram em rápida elevação no norte do Mato Grosso do Sul. Na metade sul do Mato Grosso do Sul, a máxima segue em declínio e com isso a tarde ficam com temperaturas mais amenas.

Na quarta entre a madrugada e a manhã há risco para chuvas fortes no leste do Mato Grosso do Sul, principalmente na região de divisa com o Estado de São Paulo e com o Paraná, onde os acumulados pode chegar a 20mm. No decorrer do dia, as chuvas se espalham, mas seguem ocorrendo de modo mal distribuído entre os três Estados do Brasil Central e por conta das elevadas temperaturas, mesmo não havendo expectativa de grandes acumulados, há condição para ventos mais fortes e trovoadas. Somente no fim de semana, as madrugadas serão mais frias no sul e leste de Mato Grosso do Sul. As máximas permanecerão elevadas neste período. Na próxima semana, a previsão é de calor em toda a região, tanto nas madrugadas como nas tardes.

NORDESTE

Na terça o tempo continua instável entre o litoral norte da Bahia até Alagoas e mais uma vez há risco de chuva forte em pontos isolados, deixando principalmente as Capitais desses três Estados em alerta, por conta do potencial para transtornos. No interior da região o tempo continua firme, o sol aparece entre nuvens desde cedo garantindo mais um tarde quente, principalmente, entre o Maranhão e Piauí, inclusive tem alerta para baixa umidade relativa do ar à tarde com índices menores que 20%.

Para quarta há previsão de chuva mais isolada e com menor acumulado no sul e nordeste da Bahia. No interior do Nordeste se mantém o tempo seco, com sol e poucas nuvens. No decorrer da semana, no entanto, a temperatura volta a subir na Região. Mas uma nova queda de temperatura é esperada entre o sábado e a segunda- da próxima semana. Uma terceira queda da máxima acontecerá por volta de 25 de outubro.

NORTE

A terça começa com risco de chuvas mais fortes sobre o sul do Amazonas e norte do Acre. Ao longo do dia, sobre a região Norte o calor e a alta umidade relativa do ar formam nuvens carregadas e tem previsão de pancadas de chuva sendo forte em pontos isolados principalmente entre o Acre e Rondônia. Somente entre o Amapá, nordeste do Pará e norte do Tocantins é que o tempo continua firme.

A quarta será de tempo nublado sobre o oeste da região Norte com pancadas de chuva sobre o Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia. Entre o Amapá, Pará e o Tocantins o dia será de predomínio de sol, no final do dia, a aproximação de áreas de instabilidade garantem o retorno de chuvas isoladas sobre boa parte do Pará e no sul do Tocantins. Previsão de calor extremo em toda a Região Norte pelos próximos 15 dias.

SOMAR METEREOLOGIA


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site