Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

11 de Novembro de 2013

Previsão indica chuva para grande parte do país nos próximos dias

SUDESTE

Na terça, dia 12, a frente fria irá avançar lentamente em direção ao Sudeste e a nebulosidade deve voltar a aumentar. Na madrugada há condição para chuvas isoladas no interior paulista e mineiro. Mas é durante a tarde que as chuvas voltam a ocorrer de forma mais intensa e generalizada sobre o Sudeste. Durante a tarde, o risco de temporais isolados ocorrem no sul e oeste de São Paulo e até o final da noite, as chuvas avançam para o leste do Estado e há condição para chuvas fortes acompanhadas de temporais isolados, inclusive sobre a Grande São Paulo. No restante do Sudeste teremos um dia de sol entre nuvens, além disso, com a intensificação dos ventos quentes que sopram de norte, a máxima dispara deixando novamente o dia bastante abafado, mas até o final do dia volta a chover em boa parte do Sudeste, com exceção do nordeste mineiro e o Estado capixaba.

Na quarta, dia 13, a frente fria avança mais em direção ao norte do Sudeste e as chuvas se espalham pela região. Entre o norte e leste de São Paulo, centro-sul de Minas Gerais, boa parte do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, o tempo fica bastante nublado e as chuvas ocorrem a qualquer momento do dia. Já no norte mineiro, o sol até chega a aparecer entre nuvens pela manhã e a chuva chega a partir da tarde, na forma de pancadas mal distribuídas. Permanece o risco para temporais isolados e trovoadas no fim da tarde, principalmente na região de divisa com Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Os ventos de quadrante sul causam queda das temperaturas, principalmente na faixa leste de São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais, inclusive há sensação de frio em alguns períodos do dia.

SUL

A terça inicia com a frente fria se afastando da Região Sul, porém, na madrugada, sobre o sul do Rio Grande, ainda chove de maneira intensa e há condição para temporais isolados. Chove também no restante do Rio Grande do Sul e nas áreas de divisa entre Paraná e São Paulo. São chuvas de baixo acumulado e isoladas. Os ventos úmidos causam garoas, também, entre a faixa do litoral parananense e de Santa Catarina e o litoral norte gaúcho. No restante da Região Sul, devido ao avanço da massa de ar seco e frio, o tempo fica firme e o sol volta a predominar entre bastante nebulosidade. Os ventos que sopram de quadrante sul causam uma intensa queda das temperaturas. O dia amanhece com temperaturas mais baixas no oeste gaúcho, já no restante da Região Sul ainda não faz frio e à tarde tende a ficar amena na maioria dos municípios. Os ventos serão intensos no litoral do RS, podendo até a chegar aos 100km/h no litoral norte.

Uma massa de ar seco toma conta de toda a Região Sul na quarta e o tempo seco predomina em grande parte dos três Estados. Apenas no litoral do Paraná e litoral norte de Santa Catarina é esperado alguma chuva fraca e isolada. Pela manhã as temperaturas ficam mais baixas, principalmente na Serra gaúcha e catarinense. Durante a tarde, predomina o sol e as temperaturas voltam a se elevar, principalmente no noroeste do Paraná, oeste de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul – apenas na faixa litorânea da Região Sul é que as temperaturas ficam mais baixas.

CENTRO-OESTE

Com a frente fria avançando sobre o Sudeste, as chuvas se intensificam sobre o Brasil Central na terça. As pancadas de chuva seguem ocorrendo de forma mal distribuída, porém permanece a condição para temporais isolados, trovoadas e ventos fortes, principalmente nas primeiras horas do dia na região de divisa com o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Por outro lado, no sul do Mato Grosso do Sul, devido ao avanço de uma massa de ar seco, já não há previsão de chuvas, mas o sol ainda aparece entre muita nebulosidade. Os ventos soprando de quadrante sul provocam queda da temperatura, sobre o sul de Mato Grosso do Sul, já no restante do Brasil Central o calor segue predominando deixando mais um dia com sensação de abafamento.

Na quarta, a frente fria persiste sobre a Região Sudeste e organiza a umidade da Amazônia sobre a Região Centro-Oeste. São esperadas chuvas fortes acompanhadas de temporais isolados principalmente sobre o Estado de Goiás. Já entre o norte de Mato Grosso do Sul e o Estado de Mato Grosso ocorrem chuvas isoladas e mal distribuídas. O tempo volta a ficar mais estável sobre a metade sul de Mato Grosso do Sul. Em relação as temperaturas, segue uma condição de sensação de abafamento em toda a Região, mas em especial no noroeste de Mato Grosso do Sul.

NORDESTE

O ar seco predomina sobre o leste do Nordeste na terça. Por outro lado, nuvens carregadas causam pancadas mal distribuídas sobre o Maranhão, Piauí e centro-oeste da Bahia e podem ocorrer de forma mais intensa sobre o sul do Maranhão e do Piauí. No litoral, condição para chuvas isoladas na faixa que vai de Pernambuco a Paraíba. No restante do Nordeste, o tempo fica seco, com sol e poucas nuvens. Além disso, a umidade do ar volta a ficar mais baixa, sendo que alguns municípios do Sertão podem entrar em Estado de Atenção. O calor segue intenso sobre a Região.

Na quarta, as instabilidades perdem um pouco de força sobre o Nordeste. Ainda tem previsão de chuvas no sul do Maranhão e do Piauí e entre o oeste e sul da Bahia que ocorrem de forma isolada e com baixo volume acumulado. No litoral, condição para chuvas isoladas devido aos ventos úmidos que sopram do mar na faixa que vai de Pernambuco a Paraíba. Nas demais áreas do Nordeste, teremos um dia de tempo firme com sol, muito calor à tarde e baixa umidade relativa do ar, especialmente no sertão do Piauí, Ceará, interior da Paraíba, Pernambuco e no norte da Bahia.

NORTE

Nuvens carregadas seguem distribuindo chuvas sobre a Região Norte na terça. Ao longo do dia, as pancadas de chuvas ocorrem de forma mal distribuída e intercaladas com períodos de abertura de sol, o que acaba favorecendo mais um dia bastante abafado. A partir da tarde, as instabilidades se intensificam e há condição para temporais isolados, principalmente entre o sul do Amazonas e do Pará, Tocantins, Rondônia e Acre. Apenas sobre no Amapá e nordeste do Pará o tempo fica firme e o sol predomina durante toda a tarde da terça.

O calor intenso e os altos índices de umidade da Amazônia seguem contribuindo para a formação de nuvens carregadas sobre a Região Norte. Por isso, ao longo da quarta, tem condição para pancadas de chuvas em grande parte dos Estado da Região. Contudo, as pancadas seguem ocorrendo de forma mal distribuídas, alternadas com períodos de abertura de sol e, em geral, com baixos acumulados. Na sexta, dia 15, as chuvas mais intensas são esperadas principalmente entre o Amazonas, sul do Pará e Acre. Entre o nordeste do Pará e o Amapá, a expectativa é de mais um dia firme sem previsão de chuvas. O calor predomina desde as primeiras horas do dia, assim durante a tarde de quarta as temperaturas devem se elevar ainda mais.

SOMAR METEOROLOGIA


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site