Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Boletim Eletrônico

24 de Março de 2014

Semana será chuva forte em boa parte do país

SUDESTE

Uma frente fria no oceano canaliza umidade da região Amazônica e a previsão é de temporais com elevados acumulados de chuva no centro-norte mineiro. Chove forte com raios e ventania do norte fluminense ao Espírito Santo. Em São Paulo a nebulosidade aumenta no decorrer do dia e chove rápido na divisa com Minas Gerais e Vale do Paraíba. Nas demais áreas do Estado o tempo segue firme. Ventos que sopram de sul deixam as temperaturas mais baixas logo cedo.

Durante esta terça, dia 25, a frente fria já se afasta mais em direção ao oceano, porém, ainda organiza a umidade da Amazônia sobre a região. Durante a manhã chove ao norte de MG e ES. Ao longo da tarde, esta chuva passa a tingir grande parte de MG e divisa com SP, pontos isolados do RJ e persiste sobre o ES. As temperaturas ainda seguem mais amenas, por conta da nebulosidade e em SP, por conta dos ventos de quadrante sul. Durante esta quarta, dia 26, ainda há fluxo de umidade, para que a mesma condição persista ao longo do dia.

SUL

A massa de ar seco inibe a formação de nuvens carregadas em toda a região Sul nesta segunda, dia 24. Além disso, por conta do céu limpo, as temperaturas entram em declínio à noite. O frio mais intenso fica restrito às áreas de Serra, já que ao longo do dia as temperaturas entram em elevação. No oeste da região faz um pouco de calor.

Nesta terça, pouca coisa muda em relação ao dia anterior em grande parte da região. Uma massa de ar seco e mais fria, ainda atua mantendo o tempo ensolarado e sem previsão de chuva em grande parte dos três Estados. Ao final da tarde, a circulação dos ventos trazem umidade do oceano e causam chuva fraca e isolada no leste do PR e SC. No RS, ocorre mais aumento de nebulosidade e há o risco para alguma chuva fraca e isolada no litoral Sul. As temperaturas ao longo da tarde, já conseguem se elevar um pouco mais, em relação ao dia anterior. Na quarta, dia 27 nada muda em relação ao dia anterior.

CENTRO-OESTE

Na segunda, as instabilidades se espalham pela região e chove forte na divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul e também em Goiás. Por conta da grande cobertura de nuvens as temperaturas não sobem muito à tarde.

Na terça as instabilidades ainda persistem sobre a região. A frente fria que já atua mais afastada da costa do Sudeste, sobre o oceano, ainda organiza o fluxo de umidade da Amazônia sobre principalmente MT e GO, causando pancadas de chuva com potencial para temporais isolados ao longo da tarde. No MS, chove apenas no extremo norte. Os ventos que sopram de quadrante sul, mantém as temperaturas mais amenas entre MS e sul de GO. Na quarta a mesma condição persiste.

NORDESTE

Na segunda a nebulosidade predomina em boa parte dos Estado. Chove com maior intensidade de Alagoas até o Rio Grande do Norte. No Sertão o tempo fica firme. Do Maranhão até o Ceará, a Zona de Convergência Intertropical é responsável pelas pancadas de chuva ao longo do dia.

Na terça-feira, as instabilidades continuam mal distribuídas sobre a Região. O sol aparece ao longo do dia elevando as temperaturas. Porém ao longo da tarde, volta a chover na metade sul da BA, de forma muito isolada no litoral leste. Entre o MA, PI e CE, a chuva diminui de intensidade, porém ainda há o risco para temporais. Nesta quarta-feira, a mesma condição continua.

NORTE

Na segunda os temporais não dão trégua na região Norte. As tempestades atingem boa parte do Amazonas e extremo-norte do Pará. Tem previsão de elevados acumulados de chuva em algumas cidades. Chove de forma intensa também no litoral do Amapá por conta da Zona de Convergência Intertropical. A sensação de abafamento predomina em toda a região.

Nesta terça, as instabilidades tropicais, associadas ao calor e a umidade vinda da Amazônia, aliadas aos ventos que sopram em altitude, ainda mantém as pancadas de chuva sobre grande parte dos Estados da região Norte. Ao longo da tarde, as pancadas de chuva devem ganhar intensidade e os volumes de chuva ficam elevados, principalmente no AM. A sensação será de abafamento ao longo do dia. Na quarta a mesma condição persiste.

SOMAR METEREOLOGIA


Mais Notícias



Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site