Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar


Sistema Sindical

EQÜINOCULTURA



• Criação de estrutura dentro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que atenda aos temas relativos à eqüideocultura, conforme o Decreto n° 5.351, de 21 de janeiro de 2005, que vincula a Comissão Coordenadora da Criação do Cavalo Nacional (CCCCN) à Secretaria de Desenvolvimento e Agropecuário e Cooperativismo (SDC).

• Reapresentação ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, do pleito da Comissão Nacional do Cavalo que propõe que o Sistema Nacional de Crédito Rural contemple também as atividades de pecuária eqüina. 

• Manifestação formal do MAPA com a definição das linhas de crédito rural para o setor da eqüideocultura, com limite total de R$ 200 mil para atividades de custeio e investimento.

• Mapeamento nacional das principais selarias, solicitado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, para orientar a realização da Plataforma Tecnológica das Selarias.

• Início da operacionalização da Plataforma Tecnológica das Selarias pelo MCT.

• Criação da Comissão do Cavalo da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Mato Grosso (FAMATO).

• Recepção de Missão Britânica formada pela diretoria do Centro Internacional de Agritecnologia (IATC), de caráter investigativo, sobre o setor brasileiro de ciências eqüinas, com o objetivo de firmar acordos de cooperação entre os países.

• Realização em São Paulo de conferência em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), com a participação de consultores da área de Turismo Rural, para identificar e centralizar as demandas regionais e nacionais na área da eqüideocultura.
 
• Criação da Associação Brasileira de Turismo Eqüestre, realizada durante a Feiraturr, em São Paulo. • Visita à Fazenda da EMBRAPA Pantanal e encontro de trabalho com seusgestores para discutir a política de pesquisas em eqüinos desse centro.

• Reapresentação ao ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, do Projeto para modernização das selarias nacionais.

• Recepção dos diretores da empresa alemã Reed Exhibitions, responsável pela realização da Equitana, e visita ao Centro de Exposições Imigrantes, dando continuidade às negociações para realização do evento brasileiro.

• Discussão com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sobre os termos reguladores para a elaboração de cartilha orientadora dos procedimentos para exportação de animais vivos.

• Acompanhamento das providências do Governo Federal para formalização de acordos de reciprocidade sanitária com potenciais países importadores de cavalos vivos, como Angola, Chile, Coréia do Sul, Panamá, Peru, Turquia, União Européia e países do Mercosul.

• Apoio e participação na criação da Associação Brasileira de Turismo Eqüestre, durante a Feiraturr, em São Paulo.

• Apresentação do Estudo do Complexo do Agronegócio Cavalo, nos Estados de Minas Gerais (I Simpósio Mineiro de Eqüinocultura – Universidade Federal de Lavras), Mato Grosso (Curso de Juízes - Associação dos Criadores do Cavalo Pantaneiro), Mato Grosso do Sul (Feira Agropecuária do Pantanal e Workshop Embrapa Pantanal), Pernambuco (Sindicato Rural de Garanhuns), São Paulo (Evento Cavalgadas - FAESP) e Distrito Federal (Universidade de Brasília).

• Realização da VI Reunião Ordinária da Comissão Nacional do Cavalo, na sede da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), com a presença de 14 entidades.


Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site