Área de Associados


X    fechar
Webmail


X    fechar
Webmail


X    fechar
Extensões de Base
X    fechar

Sistema Sindical

COOPERATIVAS DE MT EXPORTAM 32% A MAIS



Comércio da produção das cooperativas mato-grossenses com o mercado internacional movimentou US$ 234,880 milhões em 2011, US$ 57,026 milhões (32,06%) a mais que em 2010. Apesar da redução de 28,88% no volume de produtos exportados, totalizando 256,448 mil toneladas no último ano, contra 360,588 mil (t) em 2010, a  valorização média de 85,69% nos preços contribuiu para o saldo positivo, conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

Com esse resultado, o Estado se manteve entre os 10 principais exportadores do país e subiu uma posição, ocupando a 6ª classificação com as cooperativas. Nacionalmente, as exportações do segmento movimentaram US$ 6,174 bilhões em 2011, volume 39,77% superior ao registrado em 2010, de US$ 4,417. Resultado é considerado o melhor da série histórica iniciada em 2005, segundo análise da Organização das Cooperativas Brasileiras em Mato Grosso (OCB/MT).

Em volume, as cooperativas brasileiras embarcaram 8,168 milhões (t) de produtos no último ano, 3,63% sobre o total de 7,881 milhões (t) de 2010. No último mês de 2011, o volume de embarques pelas cooperativas  matogrossenses deu um salto em comparação com igual período de 2010, com US$ 36,865 milhões. Foram US$ 29,365 milhões (391,54%) a mais que em dezembro do penúltimo ano, quando o saldo foi de US$ 7,499 milhões.

Isso foi possível por causa do aumento no volume de embarques, apesar da desvalorização (15,92%) nos preços dos produtos naquele mês. Foram enviadas para o mercado internacional 29,251 mil (t) de produtos em dezembro
de 2011, volume 484,59% superior ao registrado no último mês de 2010, quando somou 5,003 mil (t). Desempenho garantiu ao Estado a 4ª posição como principal exportador entre as unidades federativas.

Em todo país, as exportações pelas cooperativas movimentaram US$ 523,206 milhões, volume 83,80% a mais que em dezembro de 2010, quando alcançou US$ 284,666 milhões. Entre os produtos exportados pelas cooperativas locais estão algodão, soja e subprodutos, milho, feijão, bagaços e resíduos, carnes, minérios e peles de animais, enviadas para 45 países, entre os quais Estados Unidos, China, Índia, Irã, Indonésia, África do Sul, Alemanha e outros. Principais municípios exportadores são Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Campos de Júlio, Cuiabá, Diamantino, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sapezal, Sorriso, Tangará da Serra e Terra Nova do Norte.

Superávit - Aumento nas exportações pelas cooperativas do Estado garantiu superávit de US$ 223,643 milhões em 2011, saldo excedente de US$ 48,021 milhões (27,34%) sobre os 12 meses de 2010, quando chegou a US$ 175,622 milhões. Superintendente da OCB/MT, Adair Mazotti, sustenta que há uma tendência das cooperativas terem um controle cada vez maior sobre os cooperados e que o associativismo como forma de economizar na compra de insumos deve se fortalecer cada vez mais.

Gazeta Digital
Autor: Silvana Bazani

Fale Conosco

(44) 3220-1550


Rua Piratininga, 391 - Edifí­cio Lavoura - Fax (44) 3220-1571 - CEP 87013-100

Maringá - Brasil


 
Via Site